Outono


OUTONO LENTO

DEVAGARINHO

EM SUAVE, NEM DURO.

NO CAMINHO, A MEIO

ENTRE O VERÃO DA LUZ

E O INVERNO ESCURO

QUASE COM RECEIO

DE SER ESTAÇÃO.

DE VERDE AO FOGO

FOLHAS NO AR, NO CHÃO…

CHORANDO? VOANDO?

QUASE CHUMBO

QUASE OURO,

TESOURO AGUARDANDO.

DO CALOR AO FRIO

(sinto um arrepio)

LÁ VAI CAMINHANDO.

Texto de: Teresa Martinho Marques

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: