Manjerico que te dei VII


“Lavas a roupa na selha

Com um vagar apressado,

E o brinco na tua orelha

Acompanha o teu cuidado.

Trazes a bilha à cabeça

Como se ela não houvesse.

Andas sem pressa depressa

Como se eu lá não estivesse.

Disseste-me quase rindo:

«Conheço-te muito bem!»

Dito por quem me não quer,

Tem muita graça, não tem ? “

(cont)

Texto de : Fernando Pessoa

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: