Três trechos para um fabulário II


Encruzilhada

“Estava uma rã na berma de um caminho. Tinha uma das pernas engessada e custava-lhe a andar.

Passou um Burro, a trote apressado e a Rã pediu-lhe boleia.

– Não posso – respondeu ele – vou para o princípio do caminho.

Logo a seguir apareceu uma Cabra e a Rã repetiu-lhe o pedido.

– Não posso- respondeu ela – vou para o fim do caminho.

A Rã estava a ficar descoroçoada quando surgiu uma Vaca Pachorrenta. A Rã implorou-lhe:

– Leva-me para o meio do caminho!

A Vaca Pachorrenta parou, ficou um ror de tempo a pensar e, depois, disse, com lentidão:

– Não posso. É de lá que eu venho.”

Texto de: Orlando Neves

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: