O rapaz que voou três vezes V


A bruxa comeu os ovos e depois disse:

– Esta noite levanta-te e vai à cozinha. Se vires o machado a mexer, atira-lhe este pano branco para cima.

A velhinha assim fez. Naquela noite ficou à espreita e quando o machado começou a rachar a lenha sozinho, lançou-lhe o pano por cima.

Nesse instante o feitiço quebrou-se e Bernardo voltou a ser um rapaz. Agradecido, abraçou-se à velhinha e contou-lhe a sua história.

– Nesse caso – disse ela – o melhor é apressares-te. A princesa fechou-se na torre do palácio e nunca mais de lá saiu. Dizem que chora de dia e noite…

11- Bernardo não quis ouvir mais. Veio a correr atá cá fora e, pela terceira vez, voou. Foi até à torre mais alta do palácio e tomou a princesa Sofia nos seus braços, sem tocar no chão. Ela sorriu e ele ganhou mais altura. Mas nesse momento apareceu o rei com a sua escolta de guardas armados…

– Espera! – disse ele. – Se foste capaz de voar e de venceres os poderes dos meus melhores guardas e do feiticeiro do reino, convenço-me  que sempre há no mundo um homem que mereça casar com a minha filha. Eu mesmo te concedo a sua mão e o governo do reino.

A  palavra daquele rei não era de fiar mas Bernardo, dessa vez , acreditou. E assentou bem os dois pés no chão. Agora que já tinha voado três vezes não podia voltar a fazê-lo. Mas também o que interessava isso ? Nesse mesmo dia casou com a princesa Sofia e foi um dos homens mais felizes que viveram sobre a Terra.”

texto de : Álvaro Magalhães

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: