A rainha e o gato


“Era uma vez uma rainha que corria de noite pelos telhados.

Fizesse chuva ou calor, a chuva caísse, o vento soprasse, ela sempre corria: descalça, com os pés de neve, branca , fria.

Era uma rainha muito rara, sem guerras e sem palácios, sem armas e sem soldados, a correr pelos telhados.

Em noites de luas cheias seus cabelos penteava, com um pente de arco-íris seus cabelos alisava.

Mas uma noite tropeçou num gato preto, de olhos verdes iguais  a esmeraldas. E parou.

A rainha quase ia caindo do telhado abaixo se não se agarrasse à chaminé e a uma antena de televisão.

– UI! gritou. Que susto, meu coração!

-Miau! – desculpa lá!- miou o gato. Mas porque andas por aqui a correr sozinha?

– Sou rainha.

– Rainha ? Miau! Uma rainha sem sapatos! Miau! Que feio que é! – miou o gato com os olhos mais verdes ainda –  Quase te arranhei o pé!” (cont.)

Texto de Matilde Rosa Araújo

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: