O Inverno


Velho, velho, velho.

Chegou o Inverno.

Vem de sobretudo,

vem de cachecol,

o chão onde passa

parece um lençol.

Esqueceu as luvas

perto do fogão:

quando as procurou,

roubara-as um cão.

Com medo do frio,

encosta-se a nós:

dai-lhe café quente

senão perde a voz.

Velho, velho, velho.

Chegou o Inverno.

Texto de : Eugénio de Andrade

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: