Já viste uma casa nascer?(I)


Em 6 poesias pequeninas, vê se uma casa começa a aparecer…

Uma. Só uma porta ao meio, como a boca

de uma pessoa que começasse a rir.

Porta ainda fechada, como quem diz “Cuidado!”

Depois a porta aberta, como quem diz “Olá,

podes entrar, amigo. Como é que tens passado?”.

Duas. Duas varandas à varanda, a espreitar.

Gordas e barrigudas. Como as damas antigas

de caracóis na testa e avental de flores.

Varandas cheias de risos e cantigas,

pedindo ao arco-íris as suas cores.

Três tijolos Só três tijolos; não!

Muitos, muitos  tijolos, todos eles irmãos.

Conversam bem juntinhos, com palavras de barro.

São milhares de tijolos bem presos uns aos outros.

Nenhum pode sair, ir passear de carro…

(cont.)

Texto de : Maria Alberta Menéres

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: